Home Gerais Fora de casa, Palmeiras vence Bragantino por 3 a 1 na Copa...

Fora de casa, Palmeiras vence Bragantino por 3 a 1 na Copa do Brasil


No estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, Bragantino e Palmeiras abriram as oitavas de final da Copa do Brasil. As duas equipes entraram diretamente nesta fase. O Bragantino, dono da casa, por ter sido o campeão da Série B de 2019. Palmeiras por ser um dos representantes brasileiros na Libertadores da América desta temporada.

O Alviverde da capital de São Paulo foi melhor desde o início do jogo. No primeiro minuto, Luiz Adriano tentou cruzar para Wesley. Aos dois minutos, Zé Rafael levou muito perigo ao concluir de cabeça um cruzamento. Na sequência, Rony tentou um chute forte da direita. Mas, sem ângulo, a bola passou longe. A pressão logo deu resultado. Aos quatro minutos, o jovem Wesley roubou a bola no meio de campo, abriu para o lateral Viña. O uruguaio tocou para Zé Rafael que invadiu a área e rolou para Raphael Veiga. O ex-jogador do Coritiba chegou batendo forte para abrir o placar. A bola ainda desviou na zaga e balançou as redes.

Depois de aberto o placar, a chuva aumentou bastante e o Bragantino até que tentou se recuperar. Mas o tempo para o time do interior buscar a reação foi muito pequeno. Aos 17, já saiu mais um gol do Palmeiras. Felipe Melo lançou o garoto Wesley em profundidade. O jovem venceu a zaga na corrida e fuzilou o goleiro Cleiton. Chegou a surgir alguma dúvida em relação à posição do atleta palmeirense. Só que depois de rápida análise ao VAR, o árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima confirmou o gol.

Aos 27, o zagueiro Léo Ortiz, capitão do Bragantino, falhou feio. O ex-jogador do Internacional cortou muito mal o cruzamento da direita do Rony e deixou a bola nos pés do centroavante Luiz Adriano. O avante não perdoou. Dentro da pequena área, bateu forte e fez. 3 a 0 para o Palmeiras.

A melhor chance dos donos da casa veio aos 39. Claudinho cobrou escanteio. Ryller subiu mais do que a zaga do Palmeiras e obrigou o goleiro Weverton a fazer uma bela defesa. No rebote, Bruno Tubarão foi travado e não conseguiu finalizar.

Nos últimos quarenta e cinco minutos, o Verdão diminuiu um pouco o ritmo. Do outro lado, a chuva aumentou e não deu trégua. Apesar da larga desvantagem e do mau tempo, o Bragantino fez força para se recuperar. Mas não conseguiu levar muito perigo à meta palmeirense. A primeira chance veio aos 15. Claudinho foi derrubado na entrada da área pelo volante Felipe Melo. O atacante Artur bateu, mas a bola desviou na barreira. Aos 28, o atacante Luis Phelipe dominou na entrada da área e tentou vencer o goleiro Weverton. Só que a bola desviou e passou ao lado da meta da equipe da capital de São Paulo. Depois de tanto tentar, o Bragantino conseguiu marcar. Aos 37, Morato recebeu na entrada da área e ajeitou para Hurtado. Livre, o atacante bateu forte para balançar as redes do Palmeiras. Placar final em Bragança Paulista ficou assim mesmo. Vitória do Palmeiras por 3 a 1.

A partida de volta acontece a partir das 19h da próxima quinta-feira (5), no Allianz Parque, em São Paulo. Para continuar vivo, a tarefa do time do interior paulista é muito difícil. A classificação nos 90 minutos só vem com uma vitória por três gols de diferença. Abrindo uma vantagem de dois gols em São Paulo, o Bragantino leva a decisão aos pênaltis. O gol fora de casa não é critério de desempate na Copa do Brasil.



Agência EBC

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read