Home Gerais com 17 casos de covid-19, Guarani pede adiamento de jogo

com 17 casos de covid-19, Guarani pede adiamento de jogo


O Guarani solicitou à CBF o adiamento da partida contra o Cuiabá, programada para as 21h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira (14) na Arena Pantanal, e válida pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O pedido foi feito após o clube ter 17 casos do novo coronavírus (covid-19) confirmados depois de receber dos resultados dos testes realizados na manhã de quarta (13), antes de a delegação embarcar em São Paulo.

Na manhã desta quinta, o departamento médico do clube já havia recebido o diagnóstico positivo dos atletas Bidú e Renanzinho, que estavam sintomáticos e foram afastados do grupo. Os dois já retornaram à Campinas. Mas estava aguardando o resultado dos testes de Matheus Souza (já no departamento médico por conta de uma inflamação dentária) e Giovanny. Às 12h45, eles tiveram os resultados positivos confirmados.

Os outros atletas com resultados positivos são Deivid, Mateus Ludke, Caio, Rafael Pin, Bruno Bianconi e Tití. Todos estão com a delegação na cidade de Cuiabá, mas isolados e cumprindo os protocolos sanitários. A eles somam-se os atletas Bruno Silva, Gabriel Mesquita, Jefferson Paulino, Lucas Crispim, Victor Ramon, Waguininho e Walber, totalizando 17 jogadores com covid-19.

Além destes casos, o Guarani tem no departamento médico o atleta Júnior Todinho. O meia Arthur Rezende está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Dessa forma, são 21 atletas sem condição de jogo.

Ao todo, em Cuiabá, são apenas 12 atletas em condição de entrar em campo. A CBF ainda analisa o pedido, mas, caso não o atenda, o Bugre terá que entrar em campo com apenas 12 jogadores, sendo 11 titulares e 1 compondo o banco de reservas.

Destes jogadores, Lucas Cardoso, Romércio, Erick Daltro, Marcelo, Pablo e Bruno Sávio se incorporaram ao grupo após recuperação de covid-19.

Antes da partida contra o Cuiabá, o Guarani está na 7ª posição, a quatro pontos da zona de classificação para a elite do futebol brasileiro.





Agência EBC

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read