Home Gerais Governo do Rio anuncia mais 560 leitos para covid-19 até abril

Governo do Rio anuncia mais 560 leitos para covid-19 até abril


O governador em exercício do Rio de Janeiro, Claudio Castro, anunciou hoje (25), em coletiva no Palácio Guanabara, que até o início de abril o estado receberá mais 560 leitos. A medida fará baixar a taxa de ocupação nas unidades de tratamento intensiv (UTIs) para tratamento da covid-19, hoje da ordem de 88,7%. Em enfermarias, a taxa de ocupação atinge 77,3%. Deixou claro, entretanto, que isso não significa colapso na rede. “Ainda temos leitos disponíveis”, garantiu.

Após reunião nesta quinta-feira, na capital fluminense, com o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, Castro afirmou que, “além disso, estamos estadualizando 480 leitos federais até o fim da próxima semana”. Esses leitos funcionarão dentro dos hospitais federais e entram na regulação do estado, da mesma forma que acontece com leitos cedidos pela rede hospitalar privada. “Serão 100% regulados pelo estado”. Castro acredita que até quarta-feira que vem (31), 80% dos novos leitos vão estar regulados pelo estado do Rio de Janeiro.

O governador disse também que o número de leitos estaduais será ampliado. “A perspectiva é ter 200 leitos estaduais a mais. Estamos falando de mais 700 leitos”. Castro informou ainda que a rede privada vai disponibilizar mais 180 leitos a partir de segunda-feira (29), e que 80 novos leitos foram inseridos na rede estadual.

Doses de vacina

Em relação à vacinação contra a covid-19, o governador em exercício disse que a perspectiva é o estado receber mais 2 milhões de doses do total de 38 milhões de doses que serão liberadas pelo governo federal e se somarão às 760 mil doses entregues no estado na semana passada.

Ele estimou que essa quantidade de doses deverá atender até 1,5 milhão de pessoas que serão imunizadas, para chegar na casa de 4 milhões de vacinados, pelo menos na primeira dose. Amanhã (26), um novo decreto será publicado, com alguns ajustes, sobre as medidas tomadas.

Atendendo a pedido de prefeitos fluminenses, o governador apresentará no dia 29 deste mês um calendário único de vacinação, para evitar que a população se desloque de um município para outro. Nesse mesmo dia, o governador em exercício vai reavaliar as decisões tomadas e prometeu que ajustará “o decreto quantas vezes forem necessárias.”

Parada para diminuição do contágio

Claudio Castro pediu que a população entenda o alcance das medidas, que visam a proteção das pessoas.  “É uma parada, fundamental neste momento, para diminuir a questão do contágio”. São mais de 35 mil fluminenses mortos até agora, lamentou. 

O governador ressaltou que a covid-19 ataca a todos, sem distinção de classe social, gênero, idade e que há a percepção de que mais jovens estão morrendo com a doença. “Temos que olhar a sociedade como uma só. Somos um estado só e um povo só”.  “É extremamente necessário que a gente reduza o nosso ritmo e perceba que é uma situação grave.”

Outra face da covid-19

Claudio Castro informou que tem mantido diálogo também com a cadeia produtiva, “para proteger a vida e não entrar em outras faces terríveis dessa doença, que são o desemprego e a fome”. Para isso, ele pretende dialogar com toda a sociedade, governo federal, secretarias de saúde e o Ministério da Saúde. “Nós temos um inimigo comum. É o vírus. Temos que parar de brigar”, sugeriu o governador.

Castro descartou também que haja qualquer briga entre ele e o prefeito carioca, Eduardo Paes. Todas as medidas adotadas foram discutidas e acertadas em consenso entre Castro, Paes e o prefeito de Niterói, Axel Grael. “Queremos avançar na proteção sem acabar com a economia e com os empregos das pessoas. Isso se chama democracia”, afirmou.

A parada obrigatória é, na avaliação do governador, um período “para ficarmos dentro de nossas casas”. O político também pediu ao povo que evite aglomerações e respeite que é hora de “nós ficarmos reclusos, sim. A hora é grave e nós precisamos que cada um faça a sua parte.”



Agência EBC

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read