Home Blog

Brasiliense vence Candangão; primeiro campeão estadual de 2021

0


O Brasiliense é o primeiro campeão estadual de 2021 no futebol brasileiro. Neste sábado (15), o Jacaré derrotou o Ceilândia por 1 a 0 no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e conquistou o Campeonato do Distrito Federal pela décima vez na história.

O título foi assegurado de forma invicta, com nove vitórias e apenas um empate. A equipe não erguia o troféu do Candangão desde 2017 e vinha de três vice-campeonatos consecutivos: um para o Sobradinho (2018) e dois para o Gama (2019 e 2020), quando o rival era treinado por Vilson Tadeu. Atualmente no Jacaré, Tadei é o primeiro técnico a conquistar o Estadual três vezes seguidas. O atacante Zé Love, com 11 gols, foi o artilheiro da competição.

O gol que garantiu a taça saiu aos 20 minutos do primeiro tempo. O meia Peninha bateu escanteio pela direita e o zagueiro Keynan apareceu na primeira trave para desviar de cabeça.

É o segundo título que o Brasiliense conquista em 2021, sendo o primeiro pela atual temporada. Em fevereiro, o clube levantou o título inédito da Copa Verde, ainda referente a 2020. A equipe muda as atenções para a Série D do Campeonato Brasileiro, onde enfrenta o Real Ariquemes-RO pela fase preliminar da competição. O confronto vale vaga no Grupo 5, ao lado dos goianos Aparecidense, Jaraguá e Goianésia, dos mato-grossenses União Rondonópolis e Nova Mutum e do rondoniense Porto Velho, além do Gama





Agência EBC

Maio Vermelho alerta para o diagnóstico precoce do câncer de bexiga

0


A Campanha Maio Vermelho, que acontece no mês de combate ao tabagismo, tem o objetivo de alertar a população sobre os riscos do tabaco e a importância do diagnóstico precoce no tratamento do câncer de bexiga. A campanha acontece em todo Estado de São Paulo, e é uma idealização da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU, secção SP). A campanha mostra a relação entre o hábito de fumar e o aumento das chances do surgimento de câncer de bexiga.

Além da possibilidade do câncer de bexiga, o tabaco afeta os pulmões de forma a aumentar o risco de desenvolvimento da forma grave da covid-19, alerta a Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com pesquisa publicada no Chinese Medical Journal, fumantes têm 14% mais chances de desenvolver pneumonia por coronavírus.

O câncer de bexiga está em 7º lugar no Brasil dentre os tipos de tumores mais comuns na população. Dados publicados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), mostram que, em 2020, foram cerca de 10.640 mil casos, com 4.517 óbitos. Segundo a SBU-SP, só no estado de São Paulo, a taxa é de 13,09 casos para cada 100 mil homens. A estimativa de novos casos para 2022 é de 7.590 casos em homens e de 3.050 em mulheres.

Fatores de risco

Além do cigarro, a idade é um fator significativo. Mais de 70% dos tumores são diagnosticados após os 65 anos e a idade mediana do diagnóstico é de 73 anos. Em homens a incidência do câncer de bexiga é de três a quatro vezes maior do que em mulheres. Outro ponto é a raça: brancos tem aproximadamente duas vezes mais risco de desenvolverem o problema do que negros.

“Além disso, há fatores ocupacionais relacionados ao câncer de bexiga: compostos químicos chamados aminas aromáticas, dentre outros, favorecem o aparecimento do câncer de bexiga. Então, trabalhadores de alguns setores da indústria estariam em maior risco, como os da tinta, de corantes e da borracha”. ressalta o vice-presidente da SBU-SP Marcelo Wroclawski

Segundo o urologista, algumas medicações também podem estar envolvidas no surgimento do câncer de bexiga. Dentre eles, o mais comumente relacionado é um quimioterápico chamado ciclofosfamida, que também aumenta o aparecimento da doença.

“Problemas crônicos da bexiga, ou seja, situações que causam inflamação no órgão, estão correlacionadas com risco. Dentre elas, infecções urinárias constantes e, principalmente, a presença de pedras na bexiga”, acrescentou Wroclawski. 

Câncer de bexiga é mais comum em homens

A chance de um homem desenvolver câncer de bexiga ao longo da vida é de aproximadamente 1 em 25-30 e da mulher é de 1 em praticamente 90. “Isso provavelmente ocorre porque indivíduos do sexo masculino estão, ou estiveram, mais expostos a fatores de risco, como o próprio tabagismo e a exposição aos compostos químicos no ambiente de trabalho”. 

Quanto à hereditariedade, este tipo de tumor não tem muita correlação com este fator. “Entretanto, existem algumas síndromes genéticas raras que tem por característica aumentar a predisposição ao aparecimento de tumores. Uma destas, a mais comumente associada ao tumor de bexiga, se chama Síndrome de Lynch. Indivíduos acometidos tem maior risco de desenvolverem tumores intestinais, de útero, estômago, ovário e pâncreas, dentre outros”, esclarece o médico. 

Sintomas

O principal sinal relacionado aos tumores de bexiga é a presença de sangue visível na urina. Entretanto, a doença também pode causar alteração do padrão urinário, provocando sintomas chamados de armazenamento, ou irritativos, que são o aumento da frequência com que o indivíduo urina, tanto de dia quanto de noite, a necessidade de urinar com urgência, além de dor/ queimação ao urinar. Num cenário de doença mais avançada, o paciente pode apresentar dor nas costas e emagrecimento.

Tratamentos 

Se houver suspeita, o paciente deverá ser submetido a um procedimento chamado Cistoscopia, que é uma endoscopia das vias urinárias. Ou seja, por meio da uretra (canal da urina), introduz-se uma câmera que identificará uma eventual lesão no interior da bexiga. Na maioria das vezes, neste mesmo ato, poderá se realizar a ressecção do tumor, que vai para análise do patologista. “Com isso saberemos se é ou não maligno, o tipo histológico (qual tumor maligno) e o estadiamento local, ou seja, até qual camada da bexiga o câncer acomete”, detalha o médico.

Se a lesão não invadir o músculo da bexiga, o que antigamente era chamado de tumor superficial, muitas vezes esse procedimento já é curativo e, em alguns casos, só é necessário complementar com instilações de algumas substâncias na bexiga durante o seguimento pós-operatório. Segundo o especialista, pouco mais de metade dos casos são diagnosticados neste estágio e a sobrevida neste cenário é superior a 95% em 5 anos.

“Já quando o tumor invade a musculatura da bexiga, o câncer é mais avançado e o tratamento precisa ser mais agressivo, envolvendo muitas vezes a associação de quimioterapia e a necessidade de remoção da bexiga”, diz  Wroclawski que destaca que aproximadamente um terço dos casos são diagnosticados nesta fase. Como a doença ainda está restrita à bexiga, o câncer ainda é curável na maioria das vezes, com uma sobrevida de 70% em 5 anos.

Prevenção 

Após cessar o tabagismo por dez anos, o risco de câncer de bexiga cai pela metade, afirma o especialista. Além disso, outras medidas são: proteção adequada no ambiente de trabalho em que há exposição às aminas aromáticas, beber muito líquido e uma dieta rica em frutas e vegetais. “Apesar da evidência não ser robusta, é útil para saúde cardiovascular e ajuda na prevenção de outros tumores”, aconselha o médico.

Dicas para parar de fumar:

– Evite lugares com muitos fumantes;

– Quebre a rotina (se você fuma ao tomar café após o almoço, tente evitar, varie a bebida, altere os horários e locais das refeições);

– Concentre-se em outras atividades;

-Busque apoio da família e amigos;

-Comece a guardar todo o dinheiro que você gastaria com o cigarro e use-o como motivação;

– Se tiver uma recaída não desanime, o importante é nunca desistir.

Pandemia

Outro levantamento estatístico realizado pela SBU-SP, em parceria com instituições de saúde responsáveis pelo atendimento de pacientes do SUS, revela que a pandemia acabou provocando, indiretamente, uma redução média de 26% no diagnóstico de novos casos de tumores de rim, próstata e bexiga. 

Os dados compararam a identificação de novos casos de câncer gênito-urinário nos anos de 2019 e 2020. Mais especificamente em relação ao tumor de bexiga, o Hospital das Clínicas da Unicamp, por exemplo, observou uma queda de 52% no diagnóstico de novos casos e no Hospital AC Camargo Câncer Center, a redução foi de 24%, o que é preocupante e serve de alerta para a busca de orientação e acompanhamento médico.

“No caso de suspeita do câncer de bexiga e sobretudo quem já está em tratamento da doença ou a descobriu recentemente, ainda que estejamos vivendo um momento crítico, a recomendação é que a investigação diagnóstica e o tratamento não sejam interrompidos”, diz o vice-presidente da SBU-SP.

O especialista afirma que o tabagismo é o fator de risco mais importante para o câncer de bexiga. “Estima-se que o hábito de fumar seja responsável por cerca de 50% dos tumores vesicais e fumantes tem de 4 a 7 vezes mais chance de desenvolver esta neoplasia. Isto ocorre porque, tanto no cigarro quanto em sua fumaça, há mais de 7 mil substâncias químicas e sabemos que, pelo menos 70 delas, são carcinogênicas, favorecendo o aparecimento de tumores por meio de danos às células e seus genes. No caso da bexiga, o risco é aumentado pois estes compostos químicos, ao serem inalados, são absorvidos pelo pulmão, caem na corrente sanguínea e serão filtrados pelo rim, que produzirá uma urina “contaminada”. 

Como a bexiga é um reservatório de urina, o médico completa, estas substâncias passarão horas em contato com a superfície vesical, propiciando o ambiente adequado para causar os danos celulares e o consequente aparecimento de tumores.



Agência EBC

país tem 15,58 milhões de casos acumulados e 434,7 mil morte

0


O balanço divulgado neste sábado (15) pelo Ministério da Saúde registra 67.009 novos diagnósticos de covid-19 em 24 horas. Esse dado eleva para 15.586.534 o número de pessoas infectadas pela doença desde o início da pandemia no país.

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (15/05/2021).

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (15/05/2021) – Ministério da Saúde

As mortes pelo novo coronavírus ao longo da pandemia aproximam-se de 435 mil. Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 2.087 novos óbitos, totalizando 434.715. 

O balanço apontou também 1.089.423 pacientes em acompanhamento e 14.062.396 recuperados da doença.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes são os seguintes: São Paulo (103.995), Rio de Janeiro (47.951), Minas Gerais (37.283), Rio Grande do Sul (26.657) e Paraná (24.597).

As unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.571), Acre (1.612), Amapá (1.614), Tocantins (2.711) e Alagoas (4.478).



Agência EBC

Flu arranca em jogo com Fla: 1 a 1.

0


O placar do Maracanã, neste sábado (15) à noite, ficou em 1 a 1 para Fluminense e Flamengo. O Rubro-Negro saiu na frente com Gabriel Barbosa, mas o Tricolor chegou à igualdade com Abel Hernández. Não há vantagem para nenhum lado. Em caso de novo empate, o Campeonato Carioca será decido nas penalidades máximas no próximo final de semana. Antes da final, a dupla tem compromissos pela Libertadores da América que podem carimbar a passagem dos brasileiros para a próxima fase da competição continental.

O primeiro tempo foi de domínio rubro-negro. Egídio erra na saída de bola, Gerson avança e é derrubado pelo lateral tricolor. O juiz chegou a marcar a falta fora da área, mas o árbitro de vídeo indicou o pênalti. Gabi vai para a cobrança e abre o marcador aos 17 minutos, anotando o 13o gol na temporada e o de número 50 no Estádio Jornalista Mário Filho. Logo em seguida, Kayky quase empata para o Flu. O atacante de 17 anos recebeu livre e chutou cruzado para fora a chance.

Na etapa final, Roger Machado tirou Nenê para a entrada do equatoriano Cazares. Logo aos 4, o Fla quase amplia, obrigando o goleiro Marcos Felipe voar para defender a cabeçada no chão de Arrascaeta aos 4. Aos 19, Fred deu lugar para Abel Hernández. O uruguaio marcaria, de cabeça, aos 31, aproveitando a jogada que começou com o cruzamento pela esquerda de Egídio e teve toque de cabeça de Luiz Henrique para o meio da área. O Tricolor quase vira com um lance de desatenção dos flamenguistas. Filipe Luís tenta cobrar rapidamente uma falta rapidamente no meio de campo e oferece a bola livre para Luís Henrique. O atacante arranca e cara a cara com Gabriel Batista chuta para fora.

Tanto Fluminense quanto Flamengo voltam ao campo do Maraca pela Libertadores. Na terça (18), às 21h30, o Tricolor encara o Junior Barranquilla. Já a equipe do treinador Rogério Ceni vai ter a LDU pela frente na quarta (19), às 21h.  





Agência EBC

Fla e São Paulo na final da NBB

0


A final da edição 2020/2021 do Novo Basquete Brasil (NBB) está definida e será inédita: Flamengo e São Paulo. Neste sábado (15), pelas semifinais, rubro-negros e tricolores fecharam as séries melhor de cinco jogos contra Paulistano e Minas Tênis Clube, respectivamente, com 100% de aproveitamento: três vitórias em três partidas, todas elas realizadas no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

A decisão será disputada em uma melhor de cinco no Maracanãzinho, com o primeiro jogo no próximo sábado (22), às 16h (horário de Brasília). Os duelos dois e três estão marcados para os dias 24 (20h) e 27 (18h30). Se necessárias, a quarta partida ocorre no dia 29 e a quinta no dia 31, em horários a serem definidos.

O primeiro a se classificar foi o Flamengo. Campeão da última temporada finalizada do NBB (2018/2019), o Rubro-Negro superou o Paulistano por 69 a 58 e fechou o confronto sem precisar dos jogos quatro e cinco. O ala Marquinhos foi o cestinha com 19 pontos, além de apanhar dez rebotes. Outro duplo-duplo foi alcançado pelo ala-pivô Olivinha, com 12 pontos e 12 rebotes.

O Flamengo já havia derrotado o Paulistano por 92 a 69 no jogo um e 69 a 58 na segunda partida. É a oitava vez que os cariocas chegam à final do NBB, com seis títulos na trajetória. O Rubro-Negro tem 31 vitórias consecutivas em 2021 e finalizou a primeira fase da competição com 28 triunfos e só duas derrotas, um recorde.

Em seguida, o São Paulo derrotou o Minas por 80 a 79 no terceiro jogo do confronto. O triunfo só foi sacramentado no último segundo, em um lance livre convertido pelo ala-pivô Renan Lenz. O ala-armador norte-americano Corderro Bennett, com 26 pontos, foi o cestinha da vitória do Tricolor, que chega pela primeira vez à decisão do NBB.

Nos duelos anteriores, os paulistas superaram o Minas por placares um pouco mais elásticos. No primeiro jogo, a vitória tricolor foi por 88 a 70. No segundo, triunfo por 90 a 85. O clube do Morumbi disputa o NBB somente pela segunda vez e supera o feito do Uberlândia em 2013, que alcançou a final do campeonato três temporadas após estrear.

É a segunda vez que Flamengo e São Paulo decidem um título nesta temporada. O Rubro-Negro levou a melhor na final da Copa Super 8, que reuniu os oito melhores times do primeiro turno, ao vencer por 79 a 71. Os cariocas também saíram vitoriosos no confronto entre eles pela semifinal da Champions League das Americas, torneio equivalente à Libertadores no basquete masculino. O triunfo por 75 a 66 em Managua (Nicarágua) credenciou o clube do Rio de Janeiro à decisão, onde superou o anfitrião Real Esteli e ficou com a taça continental.





Agência EBC

Ceará vence Fortaleza por 2 a 0

0


O Tricolor assumiu a liderança com os mesmos 14 pontos do Ferroviário, ficando à frente pelo saldo de gols (12 a nove), e não pode mais ser alcançado pelo Pacajus, primeiro time fora da zona de classificação, que soma nove pontos e ocupa o quinto lugar. O Vozão permanece com dez pontos, na quarta posição, e ainda precisa confirmar presença no mata-mata.

O duelo foi equilibrado e muito brigado, mas com poucas chances claras. O Fortaleza soube aproveitar melhor as que teve. Aos 37 minutos, Wellington Paulista cruzou pela direita e o também atacante David, de cabeça, abriu o placar para o time do argentino Juan Pablo Vojvoda, que comandou pela primeira vez o Tricolor em um clássico. Aos nove minutos da etapa final, o volante Matheus Jussa arriscou de longe, a bola desviou no zagueiro Jordan e saiu do alcance do goleiro Richard, balançando as redes. Nos acréscimos, o lateral Gabriel Dias acertou o travessão, na melhor oportunidade do Ceará na partida.

Pela sétima e última rodada da segunda fase, o Fortaleza recebe o Icasa nesta segunda-feira (17), às 15h30 (horário de Brasília), no Castelão. No mesmo dia e horário, o Ceará encara o Atlético-CE no estádio Carlos de Alencar Filho, o Vovozão, na capital. O Vozão têm que ganhar para não ter que depender do resultado do Pacajus, que recebe o Ferroviário no estádio João Ronaldo, o Ronaldão, em Pacajus (CE), também na segunda, às 15h30. O Atlético está uma posição à frente dos alvinegros, com 11 pontos, e se classifica com um empate.





Agência EBC

São Raimundo e Sergipe vencem e saem na frente nas finais de AM e SE

0


Três campeonatos estaduais de 2021 começaram a ser definidos neste sábado (15) à tarde. Nas decisões do Amazonense e do Sergipano, São Raimundo e Sergipe saíram na frente, respectivamente, de Manaus e Lagarto. Na partida de ida da final do Alagoano, o clássico entre CSA e CRB terminou empatado sem gols.

Amazonense

O São Raimundo derrotou o Manaus por 2 a 1 na Arena da Amazônia. De volta a uma final após 15 anos, o Tufão busca o oitavo título do Estadual e tem a vantagem do empate no jogo de volta, no próximo sábado (22), às 16h05 (horário de Brasília), novamente na Arena. O Gavião do Norte, que está na decisão pelo quinto ano seguido, precisa vencer por ao menos um gol para erguer a taça pela quarta vez.

A partida começou movimentada, com duas bolas na trave (uma para cada lado) e a expulsão do zagueiro Thiago Spice, do Manaus. Tudo isso antes dos dez minutos. O São Raimundo aproveitou a superioridade numérica e saiu na frente aos 18 minutos, em um golaço por cobertura do atacante Negueba. O Gavião porém, reorganizou-se após a parada técnica e empatou aos 33 minutos, com Vanilson. O atacante ficou com a sobra de uma bola rebatida pela defesa e completou livre, na segunda trave, para as redes.

Na etapa final, o Tufão voltou à frente logo aos dois minutos, outra vez com Negueba. Artilheiro do Estadual, o atacante chegou ao sexto gol ao invadir a área pela direita, escapar da marcação e concluir na saída do goleiro Gleibson. O Manaus, mesmo com um a menos, pressionou atrás do empate, sem sucesso.

Sergipano

No estádio Lourival Baptista, o Batistão, em Aracaju, o Sergipe venceu o Lagarto por 3 a 1. O triunfo dá ao Gipão a vantagem de ser campeão pela 36ª vez mesmo se perder por um gol de diferença na partida de volta, marcada para sábado que vem, às 16h, no estádio Paulo Barreto de Menezes, o Barretão, em Lagarto (SE). Para levantar a taça inédita, o Verdão tem de ganhar por ao menos dois gols de saldo.

Logo aos 12 minutos, o goleiro André Luiz, do Lagarto, foi expulso com auxílio do árbitro de vídeo (VAR) após uma disputa com o meia Doda, que culminou na marcação de um pênalti. Após longa paralisação, o volante Ewerton Ageu cobrou e colocou o Sergipe à frente. Com um a mais, o Gipão ampliou aos 32 minutos, em chute do lateral Da Silva, da entrada da área.

O Lagarto esboçou reação na etapa final. O lateral Guilherme Lucena assustou em cobrança de falta e acertou o travessão aos 12 minutos. Aos 23, porém, o atacante Paulinho aproveitou a sobra de uma bola rebatida pela defesa e marcou o terceiro do Sergipe. O atacante Felipe Alves, artilheiro do Estadual, descontou aos 35 minutos, desviando um chute cruzado do volante Daniel pela direita. Foi o sétimo gol do camisa 9 na competição, que manteve o time do interior vivo para o jogo de volta.

Alagoano

Na final alagoana, CSA e CRB não saíram do zero no estádio Rei Pelé, em Maceió. Atual campeão, o Galo de Campina criou as melhores chances, sem eficácia na finalização. Nas vezes em que a bola foi em direção à meta, o goleiro Thiago Rodrigues se saiu bem. Em caso de novo empate no segundo jogo, sábado que vem, novamente no Rei Pelé, às 17h, o título será definido nos pênaltis. Os alvirrubros buscam a 32ª taça, enquanto o Azulão quer erguer o troféu estadual pela 40ª vez.





Agência EBC

Meninas do Botafogo vencem Minas Brasileinse por 2 a 0

0


O Botafogo deixou a zona de rebaixamento da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino e mandou para lá o Minas Brasília. Neste sábado (15), as Gloriosas superaram as brasilienses por 2 a 0 no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, na partida que abriu a oitava rodada da competição.

As alvinegras chegaram a oito pontos, assumindo temporariamente o décimo lugar, mas podem retornar ao Z4 se Avaí/Kindermann, São José e Cruzeiro vencerem os respectivos jogos neste domingo (16). Já o Minas, com seis pontos, desceu para a 13ª posição, entrando na zona da degola, ultrapassado pelo próprio Botafogo.

Pouco ameaçado durante a partida, que foi acompanhada pela técnica da seleção feminina, Pia Sundhage, o time carioca teve a chance mais clara do primeiro tempo. Aos 39 minutos, a atacante Juliana tocou na saída da goleira Karen e a bola passou rente à trave direita. Aos 13 minutos, a zagueira Amanda chutou cruzado pela direita, Karen soltou a bola na pequena área e Amanda desta vez aproveitou, colocando as anfitriãs à frente. Três minutos depois, Brenda subiu na direita e cruzou rasteiro para a também atacante Kélen finalizar de primeira e garantir o segundo triunfo das alvinegras na temporada.

As Gloriosas abrem a nona rodada no próximo sábado (22), às 15h (horário de Brasília), contra o Avaí/Kindermann, no estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador (SC). No mesmo dia e horário, o Minas visita o Internacional no Sesc Campestre, em Porto Alegre.





Agência EBC

Cristo recebe iluminação para incentivar vacinação contra a covid-19

0


O monumento do Cristo Redentor no Rio de Janeiro recebe, neste sábado (15), iluminação especial promovida pelo Movimento Unidos Pela Vacina. A ação, que acontecerá  entre 17h e 20h, trará uma mensagem em defesa da vacina contra a covid-19 que será projetada em português e em inglês. Devido a pandemia, a ação não terá presença de público e seguirá às normas internacionais de prevenção contra a covid-19 e as regras da Vigilância Sanitária.

Uma das idealizadoras do movimento, Ariane Trevisan disse que o grupo trabalha para que todos os brasileiros estejam vacinados até setembro. “Nossa finalidade é ajudar a todos os municípios brasileiros, com apoio da iniciativa privada, para que eles possam vacinar à população de forma mais rápida e eficiente, porque só a vacina salva”, explicou.

Ariane disse que essa a mensagem que será projetada na ação no Cristo Redentor, um cartão postal do Brasil, é para incentivar a todos para que se vacinem: “infelizmente ainda tem muita gente resistente à vacinação. A gente só vai conseguir ter uma vida normal depois de imunizar todo mundo. A vacina salva e vai neutralizar e acabar com esse vírus”.  

Movimento

Criado a partir da iniciativa da empresária Luiza Helena Trajano, que comanda a rede Magazine Luiza e preside o Grupo Mulheres do Brasil, o Movimento Unidos Pela Vacina é apartidário e nasceu com o objetivo de tornar viável a vacinação de todos os brasileiros contra a covid-19 até setembro de 2021.

Mais de 4 mil pessoas participam do movimento. Com uma agenda de ações, está atuando para mobilizar governos, empresários e sociedade civil para retirar entraves e fazer com que a vacinação chegue o mais rápido possível a todos os cantos do país.



Agência EBC

Sorteio da Mega-Sena deste sábado tem prêmio estimado em R$ 33 milhões

0


O concurso 2372 da Mega-sena deste sábado (15) tem prêmio estimado em R$ 33 milhões, para quem acertar as seis dezenas sorteadas.

As apostas podem ser feitas até as 19h em casas lotéricas, pelo aplicativo Loterias Caixa e pelo site. Para jogar, é preciso marcar de 6 a 15 números no volante. A Caixa paga prêmios a partir de quatro acertos.

A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 4,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do país.

No último concurso, na quarta-feira (12), as dezenas sorteadas foram: 04-15-30-36-39-48. Nenhuma aposta acertou as seis dezenas.



Agência EBC